26/08/2013

Guia de Viagens: Chile – Lugares

Hola personas!
Cheguei do Chile na última terça-feira e tenho várias coisas para contar! É um lugar encantador com pessoas incríveis e hospitaleiras, um país com dois prêmios Nobel de literatura, Pablo Neruda e Gabriela Mistral, eu que nunca tinha visto um prêmio Nobel de pertinho tive a oportunidade de fotografá-lo para dividir com vocês.
Para o post não ficar muito extenso decidi dividir o Chile em três partes: lugares, gastronomia e compras.  Então venha comigo!

#Lugares que visitei!
Tem algo que todo turista deve saber, o clima do país é muito seco, por isso é imprescindível o uso de cremes para o rosto, corpo, mãos e cabelos!
Fui para o Chile em férias com o maridão e ficamos por lá durante uma semana e é claro que não dá para conhecer tudo, então optamos por conhecer um pedacinho da capital Santiago onde ficamos hospedados no Hotel Galerias que fica localizado no centro da cidade, o litoral Valparaíso e Viña del Mar, a vinícola Concha Y Toro e as estações de esqui Vale Nevado e Farellones.

Na capital, visitamos a Plaza de Armas onde é possível observar a riqueza da sociedade chilena e também é o lugar onde os jovens se reúnem para reivindicações políticas, nesse tempo que estivemos por lá presenciamos duas passeatas e concluí que o Brasil tem muito a aprender nesse quesito.


No Mercado Central além da venda de pescados é possível encontrar excelentes restaurantes.
O Palácio do Governo La Moneda estava todo cercado, por isso só foi possível uma foto de ‘‘cantinho’’.
Já no Parque Metropolitano de Santiago tem uma vista privilegiada da cidade e da Cordilheira dos Andes, é possível subir de carro, bicicleta para os mais aventureiros ou de funicular (uma espécie de bondinho).
Na Igreja e Convento de São Francisco há também o Museo de Arte Colonial onde se pode ver uma riquíssima coleção de obras sacras feitas durante o período colonial (séculos XVI e XVII).
O Cerro Santa Lucía é muitíssimo bonito a subida é cativante e vale a pena a caminhadinha  por trilhas e escadas de pedra para chegar ao mirante.
A história do vinho no Chile começa no século XVI com os espanhóis, e a vinícola Concha y Toro é atualmente o principal exportador de vinhos da América Latina.
Já no litoral a mais ou menos uma hora e meia da capital Santiago, em Valparaíso é possível visitar a casa de Pablo Neruda , Sebastiana nome como a batizou, de onde se tem uma bela vista da cidade e do Porto. Não dá para deixar de visitar a cidade ao lado, Viña del Mar, uma cidade lindamente florida.
 
 
Neve… Hummm… Só posso dizer FABULOSA! Esta foi a segunda vez que tive a oportunidade de curtir um gelinho que não tenha vindo da minha geladeira. Mas desta vez estava mais preparada e não me restou outra alternativa a não ser deitar e rolar literalmente!
Se você não tem roupas não entre em pânico! Eles têm disponíveis todas as peças para alugar, cada uma saiu por volta de $ 7.000,00 pesos chilenos, isso dá mais ou menos R$ 35,00 reais. Uma dica importante é usar uma meia bem grossa, pois a bota é um pouco desconfortável. Apenas as luvas tivemos que comprar, e o par foi $ 6.000,00 pesos chilenos, proximadamente R$ 30,00 reais, nem pensar em esquecer o óculos escuro e é fundamental o uso de protetor solar  que a fofa da Joseane me emprestou porque adivinhem? Esqueci o meu! Aí é só aproveitar!
Então é isso personas, qualquer dúvida é só deixar nos comentários aqui embaixo.
O próximo post do Chile será sobre gastronomia, fiquem ligadinhos!
Beijos
Por Bete Ulisse
Post Gratuito

CATEGORIAS: Diário de Viagens, Dicas

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no WhatsApp Youtube Instagram Facebook Twitter Druciana Ulisse
Druciana Ulisse

COMPARTILHAR KAZAMIGAS!